sexta-feira, 5 de junho de 2009

Aviões

Tenho medo, muito medo!

Cada vez mais começo a não suportar a ideia de que se quero viajar tenho que andar de avião.

Ainda hoje estou chocada com o que se passou e cada vez que cai um avião, penso que não vou conseguir por mais os pés num.

Faz-me muita confusão pensar como tudo pode ter sido e nas pessoas que cá ficaram e perderem os seus próximos...

Tenho medo, muito medo!

6 comentários:

Tombazana disse...

Me too...de andar e de estar à espera dos meus quando andam em viajem...morro de medo que o avião caia...a brincar a brincar...é que as oficinas são cá em baixo, na terra!

Porém, não podemos pensar muito nisso...há que viajar e conhecer o Mundo e o que tiver que ser será...está escrito!

Beijinhos muitos


Pode acontecer estarmos no remanso do lar...e sem mais...cair-nos um avião no telhado! :( madeira madeira 3X

Tombazana disse...

Me too...de andar e de estar à espera dos meus quando andam em viajem...morro de medo que o avião caia...a brincar a brincar...é que as oficinas são cá em baixo, na terra!

Porém, não podemos pensar muito nisso...há que viajar e conhecer o Mundo e o que tiver que ser será...está escrito!

Beijinhos muitos


Pode acontecer estarmos no remanso do lar...e sem mais...cair-nos um avião no telhado! :( madeira madeira 3X

Alexsandra Moreira disse...

Eu tenho medo tb Sofia... mas não quero ficar imóvel, sabe?

bj

Sofia disse...

Isso é o que toda a gente diz mãe, que nos pode cair um avião em cima,e que há muito mais mortos por acidentes de viação, blá, blá...só sei que mesmo com estas justificações, não fico com menos medo.:)

O problema é esse Ale, se não andar de avião como vou por exemplo daqui para o Brasil? De Barco? Cruzeiro?Não gosto de cruzeiros,nem viagens longas de barco...são dias, e dias no mar!
Se não for de avião, estamos muito limitados..infelizmente!

Beijos***

Anónimo disse...

Eu também, mais... ¿qué podemos fazer?
Gosto do seu blog. Sinto se ponho faltas, sou espanhola e nao sei escrever bem en portugués.

Sofia disse...

Gracias!!!
Vuelva siempre Anónimo. Yo te compreendo, puedes escribir en espanhol...***