sábado, 6 de setembro de 2008

A partida

São 04.25 da manhã em Portugal, estou a escrever este post enquanto espero pela hora de ir para o aeroporto, decidi não dormir porque para dormir duas ou três horas para mim é mais complicado do que não dormir. Tinha planeado tudo diferente, fazer a mala á tarde, jantar cedo e dormir cedo para ás 4.30 h estar a levantar-me, mas como tudo o que planeio não dá resultado e como verdadeira mulher, deixo tudo para a última e aqui estou. Outra coisa que tinha planeado, era levar menos roupa, ou levar o necessário, mas aqui também são as chamadas hormonas femininas a falar mais alto, chego á conclusão que é impossível fazer malas pequenas e não levar roupa a mais.
Detesto fazer malas!
Detesto andar de avião!
Estas duas coisas fazem-me levar tempo, malas demoro séculos a fazer!Ah, não falando que me esqueço sempre de alguma coisa. Andar de avião, para mim é um suplicio e as horas no aeroporto não são muito melhores. Como amante que sou de viagens, nem estas duas razões me fazem desistir.
Esta viagem está-me a fazer lembrar a última que fiz, a Cuba. Também não dormi, também demorei horas a fazer a mala, só que, a viagem, que além de fazer escala em Paris, as horas que se passa dentro de um avião é impensável.
Deixo o continente com chuva, e já sei que vou encontrar o Porto Santo com calor e bom tempo.
O tempo lá é muito instável, o dia geralmente começa com nuvens, a meio da manhã abre e termina o dia com céu limpo, as temperaturas não oscilam muito 28 graus de dia e 23 noite, o clima é muito tropical. Com isto pareço a menina do Boletim Metereológico, a fazer a previsão para o dia de amanhã. Quem sabe uma nova vocação.:)
Bem, vou terminar porque falta pouco tempo para sair de casa e não dormi para estar levantada a tempo só faltava atrasar-me, mas não seria a primeira vez, nem a última. Isto de mulheres em viagens dá muito que falar.

2 comentários:

Geovana disse...

Ele é muito lindo mesmo... fofo, fofo.

Célia disse...

:D

como eu te entendo!