segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Nadar com golfinhos

Mais uma vez foi em Cuba que passei por umas das melhores experiências que tive em toda a minha vida, nadar com os golfinhos.
Vou vos aqui falar da minha experiência com este animais maravilhosos graças a Yuya, que me lembrou de publicar aqui esta fantástica experiência.

Foi na minha primeira viagem a Cuba, sendo uma viagem organizada e em trabalho, fizemos uma excursão a Cayo Blanco ( uma pequena ilha ainda um quanto selvagem, mas já um pouco turística) e a meio dessa viagem que foi feita num catamarã, lá estavam os golfinhos.
Posso dizer que desde há muitos anos era um sonho que tinha, nadar com os golfinhos porque adoro o animal e além disso é um dos meus animais preferidos.

Esta excursão esteve quase para não se concretizar devido ao mau tempo, mas mesmo assim lá fomos nós, eu rumo ao meu sonho!

Não tenho muitas palavras para vos aqui definir o que senti, primeiro estava um pouco ansiosa, sendo uma coisa que gostava de fazer há muito e depois eles são animais grandes e que metem respeito, mas nada disto me tirava a alegria de estar a senti-los.
Os golfinhos estavam no meio do oceano a caminho de Cayo Blanco, eram 5 golfinhos e eles estão ali mesmo para o turista que viaja para Cayo Blanco ter oportunidade de mergulhar.


Acho que é preferível ter oportunidade de mergulhar ali do que numa piscina, porque ali eles estão limitados (não como em piscina) mas têm mais espaço, e estão no seu habitat, só que estão num espaço com cerca de 1 hectare. Eu sei que nada melhor do que nadar com o golfinhos no seu habitat sem a mão do homem por perto, mas também sabemos que a probabilidade de isso acontecer é muito pouca, ou temos sorte em estar numa praia e aparecerem golfinhos ( mas mesmo sendo um animal sociável, esses golfinhos quase nem se deixam tocar), ou então só mesmo em momentos como eu passei é que se pode usufruir.

Bem, passando à hora do mergulho, eu saio do barco, converso com os tratadores dos golfinhos e mergulho para o mar. Nesse momento aparecem logo dois golfinhos, que me dão beijinhos, que saltam por cima de mim, viram-se de barriga para cima para eu poder tocar e dar festas.
Eles têm uma pele muito macia e parece aveludada, apetece agarrar dar muitos beijinhos e levar para casa.:)
Entretanto também me agarrei ás barbatanas e fui puxada por eles a uma grande velocidade, havia um deles que era mais tímido do que o outro e então enquanto um andava à minha volta a pedir festas o outro ficava olhar fixamente para mim, nunca mais me vou esquecer desta imagem, os olhinhos dele a piscar e olharem para mim.
Esta brincadeira durou cerca de 20 minutos e depois tive que sair da água, porque ao contrário do que pensava a água estava gelada, deviam estar para ai uns 15 graus lá dentro.

Já cá fora tive a oportunidade de alimentá-los com peixinhos de dar muitos beijinhos e me despedir até uma próxima vez.

Como animais robustos e grandes que são (com cerca de 2 mts que tinham) é incrível que todo o
tempo que eu tive na água, nunca me tocaram sempre foram meigos, nunca senti nenhuma agressividade da parte deles, os tratadores só avisaram para não os agarrarmos de maneira a sentirem-se presos.

Quando o barco arrancou os golfinhos ainda nos acompanharam enquanto lhes foi possível e ficou em mim uma enorme vontade de um dia voltar repetir.
Quem nunca teve esta experiência, aconselho que o façam um dia que tenham oportunidade, é um momento único. Agora deixo-vos aqui com umas fotografias de lembrança desse momento...que nostalgia me dá ao recordar este momento!!!



O início da viagem ...a caminho dos golfinhos ( o tempo não estava apetecível)

O beijinho ... Esta fotografia está com má qualidade porque foi tirada de muito longe

A fotografia do meu perfil..aqui estavam-me a contar um segredo


Os beijinhos da despedida...

13 comentários:

Ernesto G. disse...

Hermosas fotos, Sofia! Creo que los delfines la pasaron tan bien como tu.

Yuya disse...

Sofi, gracias por este post. Preciosa esa experiensa que tuviste con lo delfines, puès yo los he visto, y solo he podido darles un beso, solo desde afura de la piscina. En mar abierto, debe ser espectacular. Bueno dejame decirte que no se si lo harìa, porque tengo miedo al agua profunda...jajaja.
Las fotos muy bonitas.

Saludos,yuya:)

Yoana disse...

Así que los golfinhos son los delfines! Pues yo también los adoro, aunque me pasa como a Yuya, no me atrevería a nadar en aguas profundas. Maravillosa experiencia y preciosas fotos Sofía. Saludos,

Rosa

Sofifaruk disse...

Ernesto, creo que he disfrutado mas yo que ellos,no?!:)

Te entiendo Yuya, muchas personas que estuvieron conmigo no fueron porque tenían miedo de aguas profundas.

Sin duda Rosa, fue una gran experiencia!!!:)

Beijos e gracias!
Sofia

Geovana disse...

Não sei como alguém consegue fazer mal a um ser tão especial. Às vezes acho que os golfinhos são como as crianças especiais, têm um dom a mais que não temos.

Tem meme pra você lá no blog.
Beijo.

Sofifaruk disse...

Infelizmente Geova, existe muito "boa" gente que tem actos e atitudes imcompreensíveis. Não consigo perceber o que vai na cabeça dessa gente, que para mim, deviam-lhes fazer o mesmo, deviam sofrer como fazem sofrer os animais. Existe muita gente que não vale nada, e muitos animais que valem mais do que essa gente.:)

Vou passar no teu blog.

Beijinhos
Sofia

Ivis disse...

Qué lindas fotos, Sofía, me encntan los delfines, aunque nunca he tocado uno.
Me encantaría nadar agarrada de uno, debe ser como hacer ski acuático.
Un beso.

Sofifaruk disse...

Ivis, es mejor que el skí.:)
Quando usted tiene una oportunidad nada con delfines.
Besos
Sofia

Aguaya Berlín disse...

Lindas fotos!!!
A mí me encantan los delfines! Debe haber sido una experiencia única...
Besos,
AB

Alexsandra Moreira disse...

Essas fotos são mágicas, chego a mudar de humor ao vê-las...

Espero algum dia poder fazer este contato com eles...

bjão

Sofifaruk disse...

Gracias Aguaya.
Uma experiência unica.Mesmo.
Beijo ás duas
Sofia

Natalia Paiva LLorens disse...

oi,
estou indo para cuba e morro de vontade de nadar com golfinhos. Aode procuro esses passeios? Vc pode me explicar extamanete o lugar e o que fez pra ter essa experiencia incrivel?
obrigada =)

Sofifaruk disse...

Olá Natalia,

Com muito gosto te explico como fazeres para mergulhares com os golfinhos.
Eu não sei para que cidade de Cuba vais (também não sei se existe outro lugar em Cuba, onde se possa mergulhar com os golfinhos).
Eu mergulhei em Varadero.
Na zona dos Resort em Varadero (na Península) mesmo no final existe uma Marina chamada - MARINA GAVIOTA que fica no final autopista ou conhecida Punta Hicacos e quase em frente do Hotel Barceló Marina Palace.
Eles têm vários tipos de excursões, em que uma delas é o mergulho com os golfinhos.

Verifica este endereço que te dou:

http://www.gaviota-grupo.com/marinas.asp?ididioma=2

Em relação a preços, é mais fácil contactares a Marina Gaviota por email ou telefone. Eu quando mergulhei estava em trabalho em Cuba e a viagem foi toda organizada a partir de Portugal ( também as excursões), mas connosco no Barco iam turistas que tinham comprado as excursões já mesmo em Cuba.

Também não sei se o mergulho com os golfinhos são todos iguais, eu como te disse apanhei o Barco na Marina Gaviota em Varadero de pois partimos em direcção a Cayo Blanco (que fica a cerca de 1h e 30m de Varadero) e passado uns 40 minutos há uma paragem no meio do oceano onde é o mergulho com os golfinhos.
A viagem continua até Cayo Blanco onde se almoça, pode-se conhecer a ilha e da parte da tarde é o regresso a Varadero.
A ilha Cayo Blanco apesar de já um pouco turística, ainda é muito virgem e vale a pena conhecer e mergulhar naquela água fabulosa.

Espero que tenhas mais sorte do que eu relativamente ao tempo, porque no dia que eu fui, estava mau tempo e frio e a água (onde estão os golfinhos) é mesmo muito fria.

Eu mergulhei com os golfinhos no dia 23 de Novembro de 2006, não sei se tu vais este mês ainda? Porque nesta altura em Cuba é Inverno.

Se quiseres mais dicas sobre Cuba diz-me,se existe país que eu gosto é Cuba, por isso eu já lá ter estado 3 vezes.Vais para que sitio de Cuba?

Obrigada pela visita.

Beijos
Sofia